11
Set 07
O Abbé Pierre não é só o fundador de Emaús ele é também o seu "fundamento".Quer isto dizer que o espírito do movimento se reporta naturalmente aos sonhos e ideias de Abbé Pierre, a sua maneira de ser e estar, sentir e agir.
Não sendo um organizador, (disse-o várias vezes), foi um aglutinador de boas vontades. Força extraordinária de libertação do AMOR, nele próprio e nos que ele toca, de uma maneira ou de outra.
No coração da vida de Abbé Pierre está a pessoa humana e, por isso mesmo, a sua indignação sempre que é espezinhada.
A sua vida é um grito. Um grito de AMOR contra a indiferença geral. Uma sucessão de indignações que teve a coragem de tomar em mãos.
E os outros?- Na história de Emaús e de Abbé Pierre é este o grito sempre retomado.Grandes coisas têm, muitas vezes, humildes começos. Sem que se lhe desse importância de início, aos poucos se foram acordando consciências, inflamando corações, juntando as boas vontades.
Aí estão espalhados pelo mundo, algumas centenas de grupos e comunidades que "tragam à luz a aflição dos explorados, dos excluídos, dos esquecidos, para a tornar insuportável aos poderes, o da opinião pública e a dos governos, de tal modo insuportável que se vejam forçados a querer destruir-lhes as causas".

Délia- Responsável da Associação Emaús Caminho e Vida
publicado por grupo de jovens de Emaús às 18:23

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
vídeo feira de Emaús no Mercado Ferreira Borges
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO